Entertainment

William terá dito que não queria que o tio, André, estivesse presente na cerimónia da Ordem da Jarreiteira


O príncipe William, segundo na linha de sucessão ao trono britânico, atrás do pai, o príncipe Carlos, tem ganho cada vez mais protagonismo na vida institucional, principalmente desde o afastamento de Harry e Meghan. O acumular de funções e o confortável segundo lugar que ocupa regularmente nas preferências dos britânicos, segundo revelam as sondagens da YouGov (só perdendo para a avó, Isabel II) tem dado espaço para que tome algumas decisões, tal como terá acontecido nos últimos dias.

Recentemente, e segundo avança o jornal Evening Strandard, que cita fonte próxima da Casa Real, o príncipe William terá dito que não queria que o tio, o príncipe André, estivesse presente na cerimónia da Ordem da Jarreteira, que se celebrou esta segunda-feira, dia 13, no Castelo de Windsor.

“O duque de Cambridge mostrou-se inflexível. Se o duque de York insistisse em participar publicamente, ele retirar-se-ia”, escreveu a publicação britânica. De salientar que o príncipe André está afastado da vida pública desde 2019, quando o seu nome foi associado ao escândalo sexual de Jeffrey Epstein e em fevereiro deste ano chegou a um acordo milionário com Virginia Giuffre, que o acusou de abusos, supostos crimes que remontam a uma época em que ela era ainda menor. Com o acordo, o terceiro filho da rainha conseguiu evitar que o caso seguisse em tribunal. 

Tanto William como Kate desfilaram a bordo de uma carruagem que levava também o príncipe Carlos e a duquesa da Cornualha, a protagonista do evento, uma vez que foi investida como dama da Ordem da Jarreteira. Já sobre o príncipe André, que não apareceu em público, foi dito que esteve presente apenas no evento privado, pelo que não existem fotos suas durante a cerimónia. 



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.