Entertainment

De Ryan Gosling a Chris Hemsworth e Adam Sandler: Netflix revela trunfos de cinema para o verão – Atualidade



Ao longo desta semana, os grandes estúdios de Hollywood tem levado os seus executivos e estrelas a Las Vegas para apresentar as próximas novidades aos proprietários das salas de cinema no evento CinemaCon.

Não ficando atrás, a Netflix revelou a sua programação para a temporada de verão, incluindo muitas datas de lançamento, que segue o modelo tradicional das salas de cinema: arranca já em maio.

Na lista destaca-se claramente o lançamento a 22 de julho da produção mais cara de sempre da plataforma, com um orçamento superior a 200 milhões de dólares: “The Gray Man”, dos irmãos Anthony e Joe Russo (“Vingadores: Endgame”), baseado num romance de Mark Greaney, o criador de “Jason Burne”, centra-se num agente da CIA convertido num assassino contratado e perseguido por todo o mundo por outros “colegas” do ofício, juntando um elenco com nomes como Ryan Gosling, Chris Evans, Ana de Armas, Jessica Henwick, Regé-Jean Page e Wagner Moura.

A Netflix irá lançar 39 filmes originais até setembro, ultrapassando em muito a oferta de Hollywood tradicional (a Universal irá lançar 25 produções ao longo de TODO o ano, mais 10 do que qualquer outro estúdio), produzidos durante a sua onda de triunfalismo, antes de recente embaraço público com a revelação de que perdeu 200 mil subscritores no primeiro trimestre de 2022 (o que não acontecia há uma década), o que levou as ações na Bolsa a perderem 35,1% (o equivalente a 54,4 mil milhões de dólares).

Esperando outra sangria de mais dois milhões de subscritores no próximo trimeste, os próximos anos da Netflix serão de correção do rumo: o CEO Spencer Neumann confirmou um “recuo” no “crescimento dos gastos” com conteúdos, enquanto outro co-CEO, o mais mediático Reed Hastings, foi forçado a reconhecer que será lançada uma versão do serviço suportada por publicidade.

Na programação, outros dois “thrillers” importantes a pensar nas audiências dos subscritores são “Day Shift “, com Jamie Foxx a caçar vampiros, que chega a 12 de agosto, e “Spiderhead”, de Joseph Kosinski e com a dupla Chris Hemsworth, Miles Teller, a 17 de junho.

Não faltam muitas comédias e Kevin Hart tem brand duas: “Me Time” junta-o a Mark Wahlberg e será lançada a 26 de agosto; “The Man from Toronto”, ao lado de Woody Harrelson, ainda não tem information oficial.

Adam Sandler, uma das maiores estrelas da Netflix, regressa a 8 de junho com “Hustle”, ao lado de Queen Latifah; a 13 de maio chega “Senior Year”, que junta Rebel Wilson e Alicia Silverstone.

A pensar nos espectadores europeus, uma grande aposta é “Loin du périph”, uma comédia de ação de Louis Leterrier que junta Omar Sy e Laurent Lafitte como dois polícias com estilos muito diferentes: para ver já a partir de 6 de maio.

Nos dramas de “prestígio”, “Persuasion”, adaptação do romance de Jane Austen com Dakota Johnson, pode ser vista a partir de 15 de julho, enquanto “Operation Mincemeat”, de John Madden (de “A Paixão de Shakespeare”, uma história verídica durante a Segunda Guerra Mundial com Colin Firth, Matthew Macfadyen, Kelly Macdonald, será lançada já a 11 de maio.



Source hyperlink

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close