Entertainment

COVID-19: Academia dos Óscares adia cerimónia dos prémios honorários – Atualidade



A cerimónia anual dos Óscares horários foi adiada por causa da disseminação da variante Ómicron da COVID-19 nos EUA, anunciou a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas esta quarta-feira.

Os atores Samuel L. Jackson e Danny Glover, a atriz norueguesa Liv Ullmann e a atriz e realizadora Elaine May eram os homenageados com as estatuetas pelas suas carreiras.

“Tomamos a difícil decisão de mudar os nossos planos de celebrar a gala presencial dos Governor Awards a 15 de janeiro”, anunciou a Academia em comunicado.

“Devido à incerteza sobre as variantes e o impacto que isso poderia ter na nossa comunidade, sentimos que esta é a melhor e mais segura decisão para nossos convidados e homenageados”, acrescentou.

A gala honorária do ano passado foi cancelada por causa da pandemia, mas a cerimónia principal dos Óscares realizou-se a 25 de abril de forma presencial.

O comunicado da Academia acrescenta que “os planos para uma nova data serão anunciados mais tarde, enquanto continuamos a dar prioridade à saúde e bem-estar de todos os envolvidos”, com os Óscares a continuarem agendados para 27 de março.

O início da temporada de prémios contou com várias estreias presenciais, galas e receções, mas diversos eventos foram cancelados ou adiados nos últimos dias.

A Califórnia tem a menor taxa de casos de COVID-19 nos Estados Unidos (3,3%) e continua a ser “um líder no país em termos de doses administradas da vacina”, disse o governador Gavin Newsom esta quarta-feira.

Porém, o estado viu “um aumento significativo no número de casos suspeitos” na semana passada, alertou.

De acordo com as estatísticas, a Ómicron já se tornou a variante dominante do coronavírus no estado.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

close